POP
Cinema
RSSMundo POP
11/12/2011 - 08:00h

A trilha de "Não Estou Lá" e os não-retratos de Bob Dylan

DivulgaçãoCate Blanchet como uma das encarnações de Bob Dylan

Bob Dylan é um dos mais emblemáticos artistas vivos. Seus mútiplos talentos, facetas, preocupações, trabalhos, amores e fases (sobretudo fases) jamais seriam retratados com um filme linear. Uma simples biografia. Daí que Todd Raynes resolveu mostrar tudo sobre Bob Dylan com um filme que não tem absolutamente nada de Bob Dylan.

Foram chamados, então, Marcus Carl Franklin, Ben Whishaw, Heath Ledger, Christian Bale, Richard Gere e Cate Blanchett. Cada um deles interpretou uma faceta ou um período da vida de Dylan. O filme é uma colcha de retalhos ligada pela música.

Mas ele também não estava em sua música.

Por isso Raynes se preocupou em chamar vários músicos para interpretarem diferentes versões das músicas de Dylan. Tem de tudo. Músicas mais conhecidas, menos conhecidas. Curiosamente, só não tem os velhos clichês, como “Like a Rolling Stone”, e “Blowin in the Wind”, suas duas músicas mais populares.

As formações são as mais diversas, mas as músicas são, em geral, executadas pelo The Million Dollar Basher, como nessa impecável versão de “Ballad of a Thin Man”, cantada por Stephen Malkmus:



Ou, pelo Calexico, com voz de Jim James, como em “Going to Acapulco”, que acaba fazendo uma bela participação no filme, nessa cena:



A trilha não é toda indie, como poderiam acusar alguns desavisados ao verem os nomes de Calexico e compania. O próprio disco abre com “All Along the Watchtower”, velha conhecida dos fãs de Jimi Hendrix, mas cantada aqui por Eddie Vedder, líder do Pearl Jam, com a capacidade vocal que lhe é peculiar.



São, ao todo, 32 músicas em um disco duplo, caso se interesse pela trilha. A última, quase como uma piadinha do diretor é “I’m not There”, executada pelo próprio Dylan, com a sua lendária “The Band”. Infelizmente, o vídeo com boa qualidade não pode ser incorporado pelo youtube, mas você pode ouvir clicando aqui.

Agora você fica com algumas das boas canções do filme:





Luiz Gustavo Vilela

Comente

Resenhas

POP