POP
Política
  • Home >
  • POP News >
  • Política >
  • Feliciano expulsa meninas que se beijaram em culto; jovens dizem terem sido agredidas
RSSPop News
16/09/2013 - 15:06h

Feliciano expulsa meninas que se beijaram em culto; jovens dizem terem sido agredidas

Feliciano pediu que as duas meninas fossem algemadas


O deputado federal pastor Marco Feliciano (PSC-SP) mandou prender duas jovens de 18 e 20 anos que participavam do Glorifica Litoral, evento evangélico que terminou no domingo dia 15, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo.

"A Polícia Militar que aqui está, dê um jeitinho naquelas duas garotas que estão se beijando. Aquelas duas meninas têm que sair daqui algemadas. Não adianta fugir, a guarda civil está indo até aí. Isso aqui não é a casa da mãe joana, é a casa de Deus", disse o parlamentar, após as duas terem sido algemadas e removidas à força por ao menos seis guardas-civis municipais.

As duas meninas, que se beijaram durante a pregação como forma de protesto, afirmam terem sido agredidas pelos guardas enquanto eram encaminhadas para a delegacia. “Eles tiraram a gente do meio do povo e colocaram para dentro da grade. A partir do momento em que levaram a gente para debaixo do palco, me jogaram de canto na grade, deram três tapas na minha cara e começaram a torcer meu braço”, afirma a estudante Joana Palhares,18 anos.

Já a estudante Yunka Mihura, 20 anos, acrescentou que havia casais heterossexuais se beijando no local. “Foi completamente injusto e horrível. Nunca senti tanta impotência ao ver os policiais batendo nela, me segurando forte e eu não podendo fazer nada. Não tiraram a gente da grade, fomos jogadas.”

A prefeitura da cidade abriu uma investigação para apurar se houve excessos por parte dos guardas que estavam de plantão no local.

Vinícius Salvino

Vinícius Salvino

Natural de Minas Gerais, escreve para o POP desde 2010. Atualmente é um dos editores de POP News. Fora da redação, gasta o seu tempo com quadrinhos, livros e filmes alternativos.

Comente

POP